Conta de luz continua sem taxa extra em maio, diz governo

conta-de-luz-aumento

A diretoria da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) determinou nesta sexta-feira (29) a bandeira tarifária verde para maio. Isso significa que não será cobrada taxa extra na conta de luz.
Desde janeiro de 2015, as contas passaram a ter uma cobrança extra, chamada de bandeira vermelha, para compensar gastos mais altos para gerar energia. Nos últimos meses, essa bandeira foi mudando de cor:
Até janeiro deste ano, a bandeira era vermelha e a taxa extra era de R$ 4,50 para cada R$ 100 kWh consumidos;
Em fevereiro, passou para bandeira “rosa” e a taxa caiu para R$ 3 para cada R$ 100 kWh;
Em março, a bandeira mudou para amarela e a taxa caiu para R$ 1,50 a cada 100 kWh;
Em abril, entrou em vigor a bandeira verde e a taxa extra deixou de ser cobrada.
A taxa deixou de ser cobrada em abril depois que o governo federal autorizou o desligamento de usinas termelétricas, mais caras, devido à melhora na situação dos reservatórios das hidrelétricas.

Suspensão temporária de emissão de carteiras de trabalho atinge o RN

carteira_de_trabalhoConforme comunicado da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE/RN), órgão do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), a emissão de carteiras de trabalho estará suspensa temporariamente a partir da próxima segunda-feira (02) em 13 estados, incluindo o Rio Grande do Norte.
Segundo o comunicado, em função da implantação na nova versão do Sistema CTPS (versão 3.0) em 13 estados, será necessário suspender a emissão de carteira de trabalho a partir da próxima semana com previsão de retorno em 16/05/16. Desta maneira, o serviço deverá ser suspenso tanto nas Centrais do Cidadão, quanto nas Prefeituras e Sindicatos que fazem o serviço.

Robson Pires

Agência dos Correios de Sítio Novo é assaltada na manhã desta sexta-feira (29)

correios siito novo

A agência do Correios de Sítio Novo foi mais uma vez assaltada. A ocorrência foi registrada na manhã desta sexta-feira.

Segundo populares, quatro homens estão envolvidos na ação e agiram utilizando um carro e uma moto. Eles invadiram o local, anunciaram o assalto e fugiram com destino ignorado.

A Polícia Militar faz diligências em busca dos acusados do crime. Mais informações a qualquer momento.

Édipo Natan

Último repasse do FPM para abril será creditado nesta sexta-feira, 29 de abril

Na sexta-feira, 29 de abril, as Prefeituras brasileiras receberão o terceiro repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) deste mês de abril. O valor depositado será de R$ 2,04 bilhões, já descontada a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Se inclusa a retenção, o montante é de R$ 2,55 bilhões.

A área de Estudos Técnicos da Confederação Nacional de Municípios (CNM) nota que o repasse desse decêndio teve um crescimento de 9,6%, se comparado ao terceiro decêndio de 2015. O percentual compara apenas os valores brutos, sem considerar os efeitos da inflação. Nesse último cenário, o valor real de todos os repasses para abril registrou queda de 1,67%.

Ao longo desses últimos quatro meses, os Municípios brasileiros receberam R$ 27,79 bilhões do FPM. Como destaca a equipe de Estudos Técnicos da entidade, no ano passado esse valor era de R$ 29 bilhões, um decréscimo de 4,16%. Os números revelam, então, um encolhimento dos recursos.

Se forem contabilizados os efeitos da inflação, a redução se torna ainda mais expressiva. Pelos cálculos da entidade, o Fundo acumulado em 2016 ficou 12,78% menor do que no mesmo período do ano passado – de janeiro a abril.

Santa Cruz/RN: Pediatria do Ana Bezerra fecha e deixa centenas de crianças sem atendimento

Hospital Ana Bezerra, em Santa Cruz (Foto: Anastacia Vaz/UFRN)

O setor de Pediatria do Hospital Universitário Ana Bezerra – HUAB, em Santa Cruz, desde ontem, quarta-feira 27, deixou de funcionar causando um prejuízo incalculável a centenas de crianças da região do Trairí.

Para quem precisa de internação, a solução está sendo o encaminhamento para o Hospital Maria Alice Fernandes, em Natal, distante 122 km.

Com mais de 64 anos de atuação, a unidade que é administrada pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares – Ebserh ainda corre o risco de ter que fechar o setor de Ginecologia e Obstetrícia, mantido às custas de residentes da Maternidade Januário Cicco.

Em 2014 a Ebserh abriu 375 vagas para o HUAB, sendo 93 para 17 especialidades médicas, 238 vagas de níveis médio e superior na área assistencial e 44 vagas de níveis superior e médio para a área administrativa.

O regime de trabalho é celetista.

Do Blog da Rosalie Arruda

Ministério da Saúde promove neste sábado Dia D de Vacinação contra a Gripe

Ministério da Saúde promove neste sábado Dia D de Vacinação contra a Gripe

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe começa oficialmente amanhã (30), data escolhida pelo Ministério da Saúde como Dia D de mobilização em todo o país. Devem receber a dose crianças com idade entre 6 meses e 5 anos, gestantes, idosos, mulheres com até 45 dias após o parto, pessoas com doenças crônicas e profissionais de saúde.

O público-alvo, de acordo com o Ministério da Saúde, totaliza 49,8 milhões de pessoas. A meta é imunizar pelo menos 80% dessa população, considerada de risco para complicações por gripe. Povos indígenas, pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional também estão entre os grupos que vão receber a dose.

“A escolha dos grupos prioritários segue recomendação da Organização Mundial da Saúde. Essa definição também é respaldada por estudos epidemiológicos e pela observação do comportamento das infecções respiratórias, que têm como principal agente os vírus da gripe. Têm prioridade os grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias”, informou o ministério.

Desde o início de abril, o governo federal envia aos estados doses contra a gripe. Até o momento, 22 estados decidiram antecipar a vacinação. Nas quatro primeiras remessas (até 22 de abril), os estados receberam 30,7 milhões de doses – 57% do total a ser enviado para a campanha deste ano. Estão previstas ainda mais duas remessas com o restante do quantitativo para as próximas semanas. Continue lendo

Cuidado! Analgésicos podem aumentar em até 80% o risco de arritmia cardíaca

Uso de remédios precisa ser feito com cuidados (Foto: Arquivo Wikipédia)Cardiologista e Coordenador do Serviço de Arritmias do HCor alerta para o consumo em excesso de anti-inflamatórios, que são vendidos livremente no Brasil, sem a necessidade de receita médica. Isso faz com que algumas pessoas abusem da medicação ou a utilizem sem estar realmente precisando.

Por mais inofensivo que pareçam, os analgésicos de venda livre no país têm seu uso diretamente associado a arritmias cardíacas e morte súbita. Um amplo estudo europeu, realizado na Erasmus University Medical Center in Rotterdam, na Holanda, e publicado no BMJ Open, importante publicação científica internacional, com mais de 8 mil pacientes, revelou risco de fibrilação atrial, o tipo mais comum de arritmia, além de sugerir que esse risco aumente em até 80% para casos de uso contínuo de analgésicos.

Hoje, a fibrilação atrial atinge 2,5% da população mundial e, conforme a idade avança, o problema pode afetar até 10% das pessoas com idade a partir de 70 anos, faixa etária em que mais se usam os anti-inflamatórios. De acordo com o cardiologista e coordenador do Serviço de Arritmias Cardíacas do HCor, Dr. Enrique Pachón, é importante estar atento a essa relação porque o anti-inflamatório é vendido livremente no Brasil, sem a necessidade de receita médica. Isso faz com que algumas pessoas abusem da medicação ou a utilizem sem estar realmente precisando.

Para realizar o estudo, os pesquisadores acompanharam por 13 anos 8.423 pacientes com idade média de 69 anos. Foram controlados fatores de risco como pressão arterial, colesterol e tabagismo, entre outros fatores de risco cardiovascular, e ainda assim o risco aumentado continuou sendo registrado em associação ao uso de analgésicos.

A causa precisa da relação entre arritmias e uso de analgésicos ainda permanece incerta, mas os pesquisadores supõem que efeitos como retenção de fluídos e aumento da pressão arterial possam ser os responsáveis. Ambas as reações adversas das medicações têm comprovada influência no funcionamento cardíaco. “Os analgésicos são medicações muito importantes e seguras, desde que ministradas de forma responsável e com indicação médica. Problemas ocorrem quando seu uso é indiscriminado e abusivo”, enfatiza Dr. Enrique Pachón.

Segundo o cardiologista do HCor, é importante considerar que, quando as pessoas utilizam esses medicamentos, elas o fazem por estar sentindo dor, e a dor é um importante fator de estresse orgânico. Esse estresse altera o perfil hormonal do paciente e o torna mais vulnerável às arritmias. Nessa condição, a arritmia está mais relacionada à dor do que ao próprio medicamento utilizado para controlá-la.

Governo do RN inicia pagamento dos servidores no dia 6 de maio

Pagamento começará no dia 16 de maio e terminará no dia 11 (Foto: Alberto Leandro)O Governo vai pagar dia 6 de maio (sexta-feira) os vencimentos de todos os aposentados, pensionistas, além dos servidores da Saúde, Educação, Justiça e Cidadania e Segurança (polícias militar e civil, Itep e Corpo de Bombeiros). Os funcionários dessas áreas somados aos aposentados e pensionistas correspondem a 92.384 servidores ou 93% da folha de pessoal do Estado.

Na segunda-feira (9), serão depositados os salários dos funcionários das pastas de Administração; Gabinete Civil; Consultoria; Procuradoria; Comunicação; Controladoria; Vice-governadoria; Planejamento; Tributação; Agricultura e Pesca; Desenvolvimento Econômico; Infraestrutura; Trabalho, Habitação e Assistência Social; Recursos Hídricos; Turismo; Assuntos Fundiários e Reforma Agrária; e Esporte e Lazer.

E no dia 10 (terça-feira), o Governo deposita os vencimentos dos servidores da Administração Indireta dependente. Apesar dos efeitos da crise econômica do país sentidos fortemente no Rio Grande do Norte, o Governo segue atento à gravidade da situação, redobrando esforços em busca do equilíbrio fiscal e honrando os compromissos assumidos com o funcionalismo.

Rio Grande do Norte registra 3.052 notificações de febre chikungunya

aedes-aegypti

A luta para exterminar o Aedes aegypti virou prioridade no Rio Grande do Norte. O mosquito, que transmite a dengue e o vírus Zika, também é o responsável por causar a febre chikungunya, doença que já teve 3.052 notificações no estado, só neste ano. O dado é do último boletim do Ministério da Saúde, divulgado esta semana.

O documento se refere ao período de janeiro até o dia 2 de abril. No ano passado, neste mesmo intervalo, duas mil e 500 pessoas tiveram chikungunya, no Rio Grande do Norte. O diretor de Vigilância das Doenças Transmissíveis do Ministério da Saúde, Claudio Maierovitch, explica quais são os sintomas da doença.

Justamente para exterminar o Aedes aegypti e não deixar que os potiguares adoeçam por culpa do mosquito, mais de três mil agentes de saúde e endemias estão nas ruas do estado, visitando os lares da população para ajudar a identificar e eliminar os criadouros do inseto.

Vale lembrar que o jeito mais fácil de não pegar nenhuma doença que o Aedes transmite é não deixando o mosquito nascer. Por isso, além de receber a visita dos agentes, a recomendação é a de que toda semana você separe um tempinho para eliminar os focos do mosquito de dentro de casa, como lembra o Ministro da Saúde, Marcelo Castro.

“Não se esqueça também de fazer sua parte. Reserve 15 minutos por semana para fazer a ronda em casa e acabar com o mosquito Aedes aegypti. Envolva toda a família, amigos e vizinhos nessa luta. O mosquito não é mais forte que um país inteiro”.