MPF/RN denuncia Henrique, Cunha e outros quatro alvos da Operação Manus

Resultado de imagem para foto de henrique e eduardo

O Ministério Público Federal (MPF) no Rio Grande do Norte denunciou os ex-presidentes da Câmara dos Deputados Henrique Eduardo Lyra Alves e Eduardo Consentino da Cunha, além de outros quatro envolvidos no esquema de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa investigado na Operação Manus, deflagrada no último dia 6 de junho e que deriva da Operação Lava Jato. A denúncia foi entregue à Justiça Federal nesta terça-feira (20).

Eduardo Cunha já se encontrava no Complexo Médico Penal do Paraná, quando a Justiça Federal, a pedido do MPF no RN, acatou um novo mandado de prisão preventiva contra ele e Henrique Alves. Este, por sua vez, foi preso pela Polícia Federal em sua residência, em Natal, e se encontra atualmente custodiado na Academia de Polícia Militar do Rio Grande do Norte.

Além dos dois, também foram denunciados pelo MPF José Adelmário Pinheiro Filho, o “Leo Pinheiro”, presidente da OAS e que está preso na Polícia Federal, no Paraná; o executivo da Odebrecht Fernando Luiz Ayres da Cunha, que vem colaborando com as investigações; o empresário e ex-secretário de Obras de Natal, Carlos Frederico Queiroz Batista da Silva, conhecido como “Fred Queiroz”, atualmente preso no Quartel da PM, em Natal; e o empresário Arturo Silveira Dias de Arruda Câmara, sócio da Art&C Marketing Político Ltda., com sede na capital potiguar. (Lei mais Aqui)

Polícia Militar do 8° BPM-RN, recupera veículo usado em explosão a Banco de Baía Formosa, RN

Na madrugada desta segunda-feira foi realizado uma explosão ao caixa eletrônico do Bradesco da cidade de Baía Formosa, litoral sul do Estado. Após o ocorrido Policiais Militares iniciaram as buscas para a captura da quadrilha.

Sendo visto na área do canavial naquela proximidade, um veículo FIAT PÁLIO Branco, das mesmas características do envolvido no roubo. Onde começaram o acompanhamento tático, daquele veículo.

O veículo adentrou o canavial e colidiu com uma árvore, sendo que ocupante (s), evadiram se embrenhando no meio das plantações de canas. Os policiais militares incansavelmente passaram toda a manhã nas buscas dos elementos no canavial, porém apenas com a recuperação do veículo utilizado.

Agora em diante, seguirão as investigações para a captura dos elementos. Participaram desta ocorrência: o Comandante do 8° BPM Tenente Coronel Tavares e demais PMs das áreas 01 e 02.

As informações são do Sgt. Messias/8º BPM

Prazo para alistamento militar termina em 30 de junho

Resultado de imagem para alistamento militar

Jovens do sexo masculino que completam 18 anos em 2017 têm até 30 de junho para cumprir o alistamento militar obrigatório, na Junta de Serviço Militar (JSM) mais próxima do local de residência ou pela internet.
O alistamento é obrigatório e, sem ele, o cidadão fica impedido, por exemplo, de tirar passaporte, ingressar no serviço público ou ser matriculado em qualquer instituição de ensino – inclusive universidades.
Além disso, está previsto pagamento de multa, que varia de acordo com a quantidade de dias em que o candidato deixou de se alistar.

Fundo partidário já soma mais de R$ 2,1 bilhões

partidos

O Fundo Partidário já distribuiu mais de R$ 2,1 bilhões aos 35 partidos brasileiros desde que os eleitos no pleito de 2014 tomaram posse. Em 2015, o valor distribuído aos partidos chegou a R$ 8,45 por voto obtido nas urnas ou 60% mais que os € 1,42 (R$5,26) pagos na França, berço da democracia moderna. A principal diferença, porém, não é o valor, mas os requisitos de desempenho eleitoral para pôr a mão na grana. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.
Na França, os partidos precisam ter 1% dos votos em 50 circunscrições para receberem dinheiro e mais € 37 mil/ano (R$137 mil) por deputado.

Por aqui, antes mesmo de disputar uma eleição os partidos já recebem, mas a divisão é de acordo com a bancada na Câmara dos Deputados.

Campeões nas urnas, em 2014, PT, PSDB e PMDB embolsaram mais de R$ 636 milhões do Fundo, quase o orçamento do STF para 2017. riados depois de 2014 e, portanto, sem eleger sequer um deputado, Rede, PMB e Novo receberam R$ 10,6 milhões desde a fundação.

Reforma política elevaria a R$ 3 bi verba de campanha

Do Estadão:

A reforma política está escanteada no Congresso e pode se resumir, na essência, a um ponto: a criação de um fundo público de campanha de pelo menos R$ 3 bilhões. A crise que se abateu ao presidente, Michel Temer levou o governo a priorizar a tentativa de manter o presidente no cargo. O teste prático se dará na autorização ou não, pelo plenário da Câmara, para que o Judiciário dê sequência à provável denúncia criminal contra o peemedebista.

Em segundo plano estão as reformas da Previdência e trabalhista, também afetadas pelos desdobramentos da delação da JBS. Já a reforma política está estacionada e vê o seu conteúdo ser desidratado a cada dia.

A parte principal do relatório do deputado Vicente Cândido está há mais de dois meses pronta para ser votada, sem sucesso. Há mais de 15 dias a comissão especial que debate o assunto não consegue se reunir.

Por falta da apoio, abandou-se a implantação da lista fechada, uma das principais propostas da reforma. Nela, o eleitor deixa de escolher candidatos isolados e vota em listas pré-definidas pelos partidos. O principal argumento em defesa do modelo é o de que ele barateia drasticamente as campanhas.

Continue lendo

Bancos cortam cartões de crédito dos clientes com renda mais baixa

Resultado de imagem para fotos de maquinas passando cartao

Os bancos estão cortando os cartões de crédito dos clientes que julgam ser de maior risco, especialmente os das classes mais baixas. Só os dois maiores do País – Banco do Brasil e Itaú Unibanco – retiraram de circulação 1,2 milhão de cartões nos primeiros quatro meses deste ano, segundo dados informados pelas próprias instituições.

Na comparação com os quatro primeiros meses de 2016, a queda foi ainda maior. A base de cartões do BB caiu de 22,2 milhões para 17,2 milhões e a do Itaú recuou de 32,1 milhões para 28,9 milhões. Bradesco e Santander não abrem os números sobre a emissão e retirada dos cartões, mas executivos dizem que as instituições passaram a excluir clientes mais arriscados para diminuir os juros e as taxas do crédito parcelado, a nova modalidade que o governo impôs no lugar do crédito rotativo.

Símbolo da ascensão da classe C ao mundo do consumo, o uso de cartão de crédito dá sinais de exaustão diante da recessão e da cautela dos operadores com o calote que chegou aos 40% no crédito rotativo.
Agora RN

MP entra com ação de improbidade contra quatro deputados do RN

32c00f5691abb955ab6891c8d1e06f3e

O Ministério Público do RN ajuizou Ação de Improbidade Administrativa contra os Deputados Ezequiel Ferreira de Souza, Hermano Moraes, Carlos Augusto Maia e Gustavo Carvalho, que compõem a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do RN, e contra a ex-Procuradora-Geral do Poder Legislativo, Rita das Mêrces Reinaldo.

O MP entende que a Mesa Diretora deve instaurar procedimento disciplinar, sempre que tiver ciência de irregularidade no serviço público.

O que não o fez quando aposentou a ex-procuradora Rita das Mêrces Reinaldo, acusada pelo MP de desviar recursos públicos mediante a inserção de fraudulenta de pessoas na folha de pagamento do órgão legislativo e, por isso, responde a inquérito aberto durante investigação da Operação “Dama de Espadas”.

Luto no forró: morre a ex-vocalista da Cavaleiros do Forró

Morreu na tarde desta sexta-feira (16), vitima de um acidente de carro, a cantora Eliza Clívia. Ela estava em um veículo de passeio que foi atingindo por um ônibus em um cruzamento da cidade de Aracaju, Sergipe.

O acidente aconteceu no cruzamento das ruas Maruim e Arauá, no Centro da capital sergipana.

Eliza estava na cidade para divulgar um show especial com ex-integrantes da Cavaleiros do Forró, banda a qual fez parte e a projetou no ritmo. Ela se desligou recentemente da banda Cavalo de Aço para seguir carreira solo.

A cantora chegou a participar de programas de TV em Aracaju e era aguardada para uma entrevista numa emissora de rádio esta tarde, quando aconteceu a tragédia. A própria emissora que a receberia no estúdio para o bate-papo noticiou a morte.

eliza

Um integrante da banda que estava com ela no carro, Sérgio Ramos, que também era seu namorado, chegou a postar uma foto nas redes sociais horas antes do acidente com a legenda: “Cansados, nadinha”.

FHC fala em eleições diretas e confronta posição do PSDB

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso fez uma brusca inflexão ao defender, nesta quinta-feira (15), a realização de eleições diretas por iniciativa do presidente Michel Temer que, na avaliação de FHC, perdeu a legitimidade para continuar no cargo.

No agravamento da crise, logo após a delação premiada dos irmãos Batista, Fernando Henrique defendeu a renúncia de Temer e a escolha do sucessor por eleição indireta. Com a declaração desta quinta, FHC confronta com o PSDB que, nesta semana, decidiu permanecer no governo Temer .

Na nota, o ex-presidente defende que os partidos decidam o rumo a tomar “pensando no Brasil, nas suas chances econômicas e nos 14 milhões de desempregados”.

Mas não é de agora que Fernando Henrique tem divergido do conjunto do PSDB, assumindo posições muito mais avançadas e com críticas fortes ao governo Michel Temer.

Há algum tempo, em reuniões internas, ele tem defendido uma espécie de auto-crítica do partido, tal como faz publicamente o presidente interino do partido, senador Tasso Jereissati (CE).

Na reunião da Executiva do PSDB na última segunda-feira, porém, que teve a presença de governadores como Geraldo Alckmin (SP), Beto Richa (PR) e Marconi Perillo (GO), a decisão do partido foi de se manter na base de sustentação ao governo.

Continue lendo

Morre em Natal aos 72 anos a ex-governadora Wilma de Faria

A GOVERNADORA WILMA

Morreu às 23h40 desta quinta-feira (15) a ex-deputada federal, ex-prefeita de Natal, ex-governadora do Rio Grande do Norte, ex-vice-prefeita da capital e atual vereadora, Wilma de Faria.

Aos 72 anos, Wilma perde a batalha para o câncer que mudou o rumo de sua história há dois anos.

Deixa 4 filhos: a deputada estadual Márcia Maia, Ana Cristina, Cíntia e Lauro. E 13 netos. Wilma estava bem em casa até o final de semana passado.

Na sexta-feira, dentro das limitações do seu quadro de saúde, conversou com os netos sobre o Brasil, a economia, a política, sempre muito lúcida. Mas no sábado à noite voltou para o hospital. Morreu em um apartamento do Hospital São Lucas transformado em UTI.