Arquivo do autor:emanoellima

“MINHA VIDA ACABOU”: Jovem perde braço após série de injeções

Um jovem teve o braço amputado em Praia Grande, no litoral de São Paulo, após dar entrada em um hospital com quadro de desidratação. Henrique dos Santos, de 22 anos, não apresentava nenhuma lesão no membro, que começou a necrosar após ele ter recebido uma série de injeções.

“Ele toma remédio controlado. Chegando no hospital, deram quatro injeções de vários componentes na veia arterial e, pouco depois, o braço dele começou a necrosar. A gente não sabe nada sobre os medicamentos que deram para ele. Esperamos 10 dias. O médico fez uma cirurgia de emergência e não teve resultado. Há três dias ele teve que amputar o braço inteiro”, diz a mãe de Henrique.

Jean Souza

ABC e Globo empatam por 1 a 1 na primeira partida da final do 1º turno

abc-globo

O primeiro jogo da final do primeiro turno do Campeonato Potiguar de 2017 foi realizado na noite desta quarta-feira (22) na Arena das Dunas, em Natal, e envolveu as equipes do ABC e do Globo, melhores colocadas na tabela de classificação durante a primeira parte da competição local.

Com um público considerado baixíssimo (pouco mais de 2.200 torcedores), uma vez que as torcidas boicotaram o jogo pelo fato de ser realizado em campo neutro, os times ficaram no empate de 1 a 1. O placar foi aberto logo aos dois minutos de jogo com Luisão anotando em favor do Globo.

A resposta abecedista veio aos 14 minutos, quando após cobrança de escanteio, Jamerson, zagueiro da Águia, acabou desviando contra a própria meta e deixando tudo igual. O ABC quase conseguiu virar o jogo nos minutos finais do segundo tempo acertando a trave em chute de Levy, mas não passou de uma possibilidade.

Agora, as equipes vão voltar a se enfrentar neste final de semana, novamente na Arena das Dunas, para o segundo e decisivo duelo.

Edson Fachin rejeita habeas de José Dirceu contra prisão da Lava Jato

Jose Dirceu (R), former Brazilian President Luiz Inacio Lula da Silva's chief of staff, is escorted by a federal police officer as he leaves the Federal Police headquarters to give his testimony in a session of the Parliamentary Committee of Inquiry in Curitiba, Brazil, August 31, 2015. Brazilian police on August 3 arrested former government minister Dirceu, one of the most senior members of the ruling Workers' Party to be detained so far in the corruption scandal engulfing state-run oil company Petrobras. REUTERS/Rodolfo Buhrer

O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, negou seguimento – julgou inviável – ao habeas corpus 137728, impetrado pela defesa de José Dirceu, ex-ministro-chefe da Casa Civil, contra sua prisão preventiva decretada no âmbito da maior operação já desfechada contra a corrupção no País.

As informações sobre a decisão de Fachin foram divulgadas no site do Supremo.

Dirceu foi preso no dia 3 de agosto de 2015 por ordem do juiz Sérgio Moro, da 13.ª Vara Criminal Federal de Curitiba.

A defesa questionou a ‘idoneidade da fundamentação do decreto prisional’ – baseado na garantia da ordem pública -, em habeas corpus impetrado no Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF4).

Após a negativa daquele tribunal, a defesa do ex-ministro apresentou recurso ao Superior Tribunal de Justiça. Antes do julgamento de mérito do recurso, Dirceu foi condenado por Moro a 20 anos de prisão por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Em outubro do ano passado, o ministro Teori Zavascki negou o pedido de liminar no HC 137728.

O ministro Fachin, que sucedeu Teori na relatoria dos processos da Lava Jato na Corte, destacou que, após o julgamento do habeas pelo TRF4, sobreveio sentença que reconheceu, ainda que em decisão sujeita a recurso, a culpa do réu – e, na ocasião, a adequação da prisão cautelar foi reexaminada sob um contexto fático-processual ‘de maior amplitude e profundidade’.

De acordo com o ministro, ‘o estado de liberdade de José Dirceu é alvo, atualmente, de um novo ato jurisdicional superveniente, autônomo, de requisitos específicos e que deve ser questionado por meio de impugnação própria’.

“A decisão que manteve a custódia processual não foi examinada pelo TRF4, de modo que o conhecimento prematuro por esta Corte configuraria indevida supressão de instância”, concluiu o relator.

Polícia Rodoviária intensifica fiscalização durante o Carnaval no RN

Resultado de imagem para Polícia Rodoviária Federal do RN Blog do Montoril

Durante o Carnaval, a Polícia Rodoviária Federal vai intensificar o policiamento e a fiscalização nas principais rodovias federais do Rio Grande do Norte. A Operação Carnaval da PRF começa à meia-noite de sexta-feira (24) e termina na mesma hora na Quarta-feira de Cinzas (1°).
O tráfego de veículos de carga terá restrições durante esse período. Segundo a PRF, o carnaval é um dos períodos mais críticos do ano por causa do maior consumo de bebidas alcoólicas. O objetivo da operação é evitar acidentes de trânsito e garantir a fluidez do tráfego. Para isso, serão realizadas ações de combate ao excesso de velocidade, à embriaguez ao volante e as ultrapassagens proibidas.

NAC lança curso de capacitação em direção de fotografia

O Núcleo de Arte e Cultura (NAC), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), está com inscrições abertas para o curso de Direção de Fotografia, com o instrutor Alziro Barbosa, até o dia 07 de março.

O evento acontece no período de 13 a 18 de março, em parceria com o Plano de Cultura da UFRN; Programa Mais Cultura nas Universidades, do Ministério da Educação; Laboratório de Comunicação da UFRN (LabCom) e Projeto Tela Livre.

A iniciativa tem como objetivo capacitar os alunos nas mais diversas estruturas de imagens utilizadas em película, vídeo, e vídeo digital. Por meio da compreensão de conceitos de iluminação, composição, cor e movimento de câmera, o aluno terá conhecimento da multiplicidade de métodos e estratégias que o diretor de fotografia dispõe.

Além disso, nas aulas teóricas e práticas serão desenvolvidos os temas: aperfeiçoamento das possibilidades fotográficas em Cinema e Vídeo; tonalidades de luz e a combinação luz-cor correspondente à ideia dramática; utilizar artisticamente os principais tipos de iluminação; utilização racional dos equipamentos de iluminação; desenvolver a capacidade interpretativa de um roteiro com relação aos aspectos fotográficos.

Para se inscrever, o candidato deve acessar o formulário de inscrição disponível no link aqui. Mais informações podem ser encontradas no edital.

Blog do Wallace

Deputados aprovam projeto para criação de documento único

modelo-da-nova-carteira-de-identidade-nacional

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou na tarde desta terça-feira (21/02) o projeto de lei que determina que dados biométricos e civis, como RG, Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e o título de eleitor, sejam concentrados em um único documento: a Identificação Civil Nacional.
O projeto de lei 1775/15, apresentado pelo governo federal e pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), tramitava no Câmara desde 2015. O deputado federal Julio Lopes (PP-RJ) foi designado relator do processo, em julho de 2015, para a Comissão Especial que analisou o projeto. Lopes apresentou o substitutivo, que foi aprovado nesta terça. Agora, o projeto segue para a mesa do Senado.

Blog do Montoril

Após sabatina de quase 12h, comissão do Senado aprova Moraes para o STF

1

Por Erich Decat, Isabela Bonfim, Julia Lindner, Ricardo Brito e Igor Gadelha – O Estado de S.Paulo

Indicado ao Supremo Tribunal Federal (STF) pelo presidente Michel Temer, o ministro licenciado da Justiça, Alexandre de Moraes, teve seu nome aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, na noite desta terça-feira, 21, após uma sabatina que durou quase 12 horas. Ele recebeu 19 votos a favor e sete contra, em votação secreta. A líder do PT, Gleisi Hoffmann (PR), se declarou impedida de votar.

Antes mesmo do fim da sabatina de Moraes na CCJ, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), convocou uma sessão extraordinária para esta quarta-feira, 22, às 11 horas, para votar a indicação do ministro licenciado no plenário. Para passar, ele terá de ter o apoio de, pelo menos, 41 dos 81 senadores.

Durante sabatina no Senado, Moraes defendeu a Operação Lava Jato e criticou o que chamou de “excessivo ativismo judicial” em “substituição de uma opção legítima do legislador”. Em suas intervenções, Moraes também defendeu o uso das delações premiadas e execução de penas após decisões de segunda instância, e negou que haja “desmonte” da operação com a saída de delegados da Polícia Federal quando estava à frente do Ministério. Questionado pelo fato de aceitar a indicação e contrariar a própria tese de doutorado – na qual defendia que fossem vedados os que exercem cargos de confiança “durante o mandato do presidente da República em exercício” para que se evitasse “demonstração de gratidão política” –, ele disse que, no Supremo, não se sentiria devendo um “favor político”. Continue lendo

Medida provisória da Câmara facilita renovação de concessão de rádios

1

BRASÍLIA – A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta terça-feira, 21, em plenário, o texto-base da medida provisória (MP) 747/2016, que trata da renovação das concessões e permissões do setor de radiodifusão.

A proposta ainda precisa passar pelo Senado Federal, antes de seguir para sanção do presidente Michel Temer. A medida provisória precisa ter sua tramitação finalizada no Congresso até 12 de março, quando perde a validade.

Pela MP, as entidades que quiserem renovar suas concessões de radiodifusão devem enviar pedido ao governo nos 12 meses anteriores ao término do prazo da outorga. Até então, a legislação previa que a solicitação podia ser feita apenas entre seis e três meses antes do fim do contrato.

A MP também permite que entidades que não solicitaram a renovação no prazo legal e que “tenham tido outorgas declaradas peremptas” (extintas) possam regularizar sua situação. Aquelas que não apresentaram pedido dentro do prazo legal serão notificadas pelo governo para que possam se manifestar.

Caso o pedido de renovação tenha sido feito, mas a União não tenha tomado uma decisão sobre o caso, será possível manter os serviços de radiodifusão em caráter precário. Também será permitido transferir a outorga nessa situação precária, desde que atendidos os requisitos legais e regulamentares.

A proposta atende a uma demanda do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), que alegou ter dificuldades de cumprir o prazo de análise das outorgas devido à alta demanda de entidades que perderam o prazo para protocolar seus pedidos.

Durante a tramitação, a MP recebeu 41 emendas. Relator da proposta na comissão mista, o deputado Nilson Leitão (PSDB-MT) acolheu integralmente duas emendas parlamentares e uma parcialmente. A principal alteração foi a que estende o mesmo benefício às rádios comunitárias.

O deputado também incluiu emenda que permite às empresas que já efetuaram transferência indireta sem anuência prévia da União regularizarem sua situação. Basta comunicar ao Poder Executivo em até 60 dias após a publicação da lei.

De acordo com a Medida Provisória, os prazos de concessão, permissão e autorização serão de dez anos para rádio e 15 anos para TV. Esses prazos poderão ser renovados por períodos sucessivos e iguais.

A MP dividiu os deputados em plenário. Parte da oposição afirmou que a proposta concede uma anistia a quem não cumpriu as obrigações legais e deixa de prever licitação para concessionários que já estão com as concessões vencidas. “É um absurdo essa Medida Provisória que, além de tudo, discrimina as rádios comunitárias, que são as mais prejudicas por não terem sido contempladas pela política pública de comunicação”, disse a deputada Luiza Erundina (PSOL-SP).